Entre Janeiro e Junho, a CMA CGM transportou 4,4 milhões de TEU (3,6 milhões há um ano).

A CMA CGM anunciou hoje um lucro semestral de 868 milhões de dólares, que compara com as perdas de 518 milhões de dólares registadas na primeira metade de 2009.

O volume de negócios atingiu os 6,8 mil milhões de dólares (4,8 mil milhões há um ano), o que reflecte o aumento dos volumes de carga transportados (4,4 milhões de TEU, contra 3,6 milhões) mas também a subida acentuada dos fretes.

Com as receitas em alta e os custos contidos, os resultados operacionais “dispararam”, de 568 milhões negativos para 1 051 milhões de dólares de lucros. E a margem operacional, que havia sido negativa em quase12% foi agora positiva em 15,5%.

A administração do número três mundial no transporte marítimo de contentores justifica os resultados com o acelerar da recuperação do sector a nível global, aliado às opões estratégicas de reduzir custos e de apostar na utilização de navios de maior dimensão.

Uma tendência que é para manter. Só em Julho e Agosto, a CMA CGM recebeu seis navios, sendo dois de 13 800 TEU e dois de 11 400 TEU. A frota da CMA CGM é actualmente composta por 394 navios (dos quais 93 próprios).

Para o resto do ano, a CMA CGM prevê a manutenção do nível de performance.

Os comentários estão encerrados.