A APL deverá abandonar a aliança G6 assim se conclua a aquisição da NOL pela CMA CGM, avança a “Reuters” citando fontes conhecedoras do processo.

CMA CGM + NOL

A saída da G6 será um dos “remédios” propostos pela CMA CGM à Comissão Europeia para obter a aprovação da Concorrência de Bruxelas à anunciada compra da NOL, num negócio de 2,4 mil milhões de dólares.

O facto de, depois da compra, a CMA CGM participar, na prática, directa e indirectamente, em duas alianças de transporte marítimo de contentores (a O3 e a G6) é motivo de preocupação para a Comissão Europeia.

A CMA CGM notificou Bruxelas, em Março, da intenção de adquirir a NOL ao fundo estatal de Singapura. O negócio deverá ficar concretizado em meados deste ano, obtidas que sejam as necessárias autorizações.

Em Fevereiro, a companhia gaulesa anunciou planos para a criação de uma nova mega-aliança.

Tags:

Os comentários estão encerrados.