O Conselho Europeu aprovou hoje novos limites de emissões de CO2 para os comerciais ligeiros novos, a partir de 2025 e de 2030.

O Regulamento hoje aprovado prevê que entre 2025 e 2029 os veículos comerciais ligeiros novos serão obrigados a emitir menos 15 % de CO2, face ao nível de 2021. E que a partir de 2030 a redução média será de 31%.

Estes são objectivos para a frota da UE, destaca o Conselho Europeu na informação difundida a propósito. O esforço de redução das emissões de CO2 será repartido pelos fabricantes com base na massa média da sua frota de veículos.

A proposta do novo Regulamento hoje aprovado em definitivo foi inicialmente apresentada em Novembro de 2o017, no âmbito do 3.º Pacote Mobilidade Limpa.

O objectivo global da proposta é contribuir para o cumprimento dos objectivos do Acordo de Paris e atingir, a nível da UE, a meta de redução em 30 % até 2030 em relação a 2005, no sector não abrangido pelo regime de comércio de licenças de emissão, meta essa que foi fixada pela Comissão Europeia e que se declina em metas nacionais, fixadas no Regulamento Partilha de Esforços.

Medidas idênticas foram já propostas por Bruxelas para os veículos pesados.

O transporte rodoviário será responsável por 94% das emissões de gases com efeito de estufa dos transportes. Os automóveis e veículos comerciais ligeiros são a fonte de 73% das emissões do transporte rodoviário, sendo os restantes 27% “culpa” dos camiões e autocarros.

 

 

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*