Até Outubro próximo, as comunidades portuárias dispõem-se a preparar propostas para uma “visão a 25 anos” para o sector, que esperam apresentar e debater com o Governo saído das próximas eleições legislativas, avançou ao TRANSPORTES & NEGÓCIOS o presidente da comunidade portuária de Leixões.

Porto de Leixões

Vieira dos Santos foi o anfitrião do segundo encontro das comunidades portuárias dos portos do Continente, que se reuniram sob o tema “A eficiência e a eficácia dos portos portugueses como meio de redução de custos da cadeia logística”.

E o tema acabou por sintetizar a conclusão do encontro, com todas as comunidades a subscreverem a ideia de que a redução dos custos – um objectivo consensual – não se resume nem se mede pelo preço. A “qualidade da oferta [é] o motor do Negócio Portuário, qualidade que se consubstancia na Compressão do Tempo de Trânsito das Cargas pelos Portos, induzindo, como consequência, a redução dos custos na Cadeia Logística”, lê-se no comunicado emitido.

Ao TRANSPORTES & NEGÓCIOS, Vieira dos Santos sublinhou o facto de o texto final ter sido aprovado por todos, sem emendas nem reservas. E lembrou que esta visão se afasta da “defendida pelo Governo, e em particular pelo secretário de Estado”.

Quanto à “visão a 25 anos” que as comunidades portuárias se dispõem a ajudar a construir, a estratégia a definir “deverá proporcionar a avaliação da Rede dos Portos Portugueses na dupla vertente da sua Complementaridade/Competitividade e da sua inserção adequada no Mapa Mundial dos Portos”.

Uma avaliação tanto mais pertinente, sublinha o texto a que o TRANSPORTES & NEGÓCIOS teve acesso, quando “é anunciado um projecto de grande impacto nos portos portugueses, o Terminal de Contentores do Barreiro”.

O encontro em Leixões dos representantes das comunidades portuárias de Viana, Leixões, Aveiro, Figueira da Foz, Lisboa, Setúbal e Sines é o segundo mas na verdade representa o primeiro de um novo figurino de dois encontros anuais a acontecerem em cada um dos portos da rede nacional. O próximo encontro está desde já agendado para Outubro, também em Leixões.

Comments are closed.