Estão concluídas as obras de modernização do aeroporto de Maputo. Moçambique dispõe agora de um dos mais modernos aeroportos de África disse o Presidente, Filipe Nyusi, ontem, na inauguração.
f7302d_594d319f3de547b8a9b21340605f389e~mv2_d_4961_3157_s_4_2

O “novo” aeroporto da capital moçambicana tem agora capacidade para movimentar cinco milhões de passageiros/ano e para receber as maiores aeronaves da actualidade, incluindo o “gigante” Airbus A380.

As obras consistiram na construção de uma área de estacionamento de aeronaves e equipamento para servir o terminal de carga, a reabilitação e repavimentação da pista principal, com uma extensão de 3 660 metros, e a reabilitação e repavimentação da pista secundária, com 1 700 metros de comprimento.

O Presidente de Moçambique disse, ontem, na inauguração dos melhoramentos, que o aeroporto de Maputo passa, a partir de agora, a
constar da lista das mais modernas infra-estruturas aeroportuárias de África, oferecendo elevados padrões de segurança e eficácia nas operações de tráfego aéreo.

As obras do aeroporto tiveram o financiamento conjunto do governo francês, através da Agência de Desenvolvimento (AFD), no valor de 44 milhões de dólares, e do Banco Europeu de Investimento (BEI), no valor de 20 milhões de dólares.

Comments are closed.