O Conselho do Meio Ambiente, que integra os ministros do Ambiente da União Europeia, chegou a um acordo para medir de maneira homogénea as emissões poluentes dos veículos pesados.

As autoridades europeias acreditam que uma medição padronizada das emissões de camiões e autocarros ajudará as PME do sector do transporte rodoviário a compararem, de forma fiável, o consumo de combustível de diferentes modelos, tal como já acontece com os automóveis ligeiros.

Este Regulamento significará, além disso, quando entrar em vigor, 20 dias após a sua publicação oficial, a criação de um registo central de acesso público para toda a UE, no qual autoridades e fabricantes fornecerão informações padronizadas sobre emissões e consumo de combustível de todos os modelos de veículos pesados disponíveis no mercado.

A Agência Europeia do Ambiente (AEA) estima que os veículos pesados são responsáveis ​​por 18,8% da poluição gerada pelo sector dos transportes em toda a UE, em comparação com os 44,5% produzidos pelos automóveis de passageiros. Por seu turno, o transporte rodoviário emite 73% dos gases poluentes de toda a UE.

No entanto, apesar de serem uma parte com menor peso nas emissões, a AEA prevê que a redução das emissões de veículos pesados pode dar uma ajuda decisiva para garantir que os níveis em 2030 estejam 20% abaixo do valor de 2008, a meta definida pela UE.

 

 

Os comentários estão encerrados.