A Brisa é a única presença portuguesa no ranking das maiores concessionárias de infra-estruturas do mundo elaborado pela Public Works Financing (PWF). Ocupa a 17.ª posição.

Espanha é o país com mais empresas – nove – entre as 40 concessionárias elencadas, e domina claramente no “top 10”.

Pelo quinto ano consecutivo, a ACS é a maior entre as maiores do mundo, à frente da Globalvia e da Abertis, também espanholas, que repetem as segunda e terceira posições de há um ano.

No quarto lugar ainda surge outra empresa espanhola, no caso a Ferrovial, ao passo que a OHL é oitava.

Os australianos da Macquarie são os primeiros não-espanhóis neste ranking mundial, na quinta posição, à frente da Vinci (França) e da Hutchison (Hong Kong).

Atrás de Espanha, no ranking da PWF, surge a França, com seis companhias. O Brasil tem quatro concessionárias, a R.P. China e a Índia três cada. Com duas empresas estão representados o Reino Unido, Itália, EUA e México.

A presença lusa resume-se à Brisa, mas ainda assim na primeira metade da tabela.

Os comentários estão encerrados.