As autoridades portuárias espanholas estão a seleccionar consultoras para determinarem o valor das ampliações das concessões que sejam solicitadas pelos respectivos operadores.

Os portos de Vigo, Gijon e das Baleares foram os primeiros a lançar os processos de selecção, devendo ser seguidos por todos os demais no país vizinho.

As consultoras deverão determinar o valor das concessões com e sem prorrogação do prazo de vigência.

Os operadores dos terminais portuários espanhóis podem solicitar o alargamento dos prazos de validade das respectivas concessões até 6 de Julho próximo.

O governo espanhol decidiu alargar o prazo máximo das concessões portuárias, dos actuais 35 para 50 ou mesmo 75 anos. A mudança equipara as práticas espanholas às do resto da Europa e dá mais tempo aos operadores privados para amortizarem os investimentos feitos nas infra-estruturas.

O alargamento das actuais concessões fica dependente da realização de mais investimentos, em particular nas acessibilidades rodo-ferroviárias, e/ou da redução das tarifas.

Por cá, o Governo também admite alargar o prazo das concessões em função de novos investimentos. A renegociação dos actuais contratos de concessão foi lançada no ano passado, até ao momento sem resultados conhecidos.

 

Comments are closed.