Em Fevereiro, o movimento de contentores no porto de Lisboa voltou a crescer, e a um ritmo mais elevado que o verificado no primeiro mês do ano. Destaca-se o terminal da Liscont.

Porto de Lisboa

No mês passado, de acordo com os números preliminares divulgados pela administração portuária, o movimento de contentores, medido em TEU, aumentou 16,3%, ou 4 926 TEU, para a casa dos 35 000 TEU.

Em volume, a carga contentorizada cresceu em Fevereiro 25%, ou 75 855 toneladas, para cerca das 373 mil toneladas.

Em Janeiro, o número de TEU processados já havia crescido 11,3% em termos homólogos até aos 39 892. E em tonelagem 13,7% para as 386,5 mil toneladas.

No acumulado dos dois primeiros meses do ano, o porto da capital atingiu os 74 877 TEU, um ganho homólogo de 13,6%, e cerca de 759 mil toneladas de carga contentorizada, ou mais 19%.

Entre os vários terminais, o de Alcântara, concessionado à Liscont, é o que mais contribui (e beneficia) deste crescimento, segundo a APL, que todavia não adiantou os números parcelares.

Os comentários estão encerrados.