Depois de um bom arranque de ano, o movimento de contentores em Leixões parece estar de novo a perder força. Ainda assim, no trimestre o crescimento acumulado foi de 3,5%.

Leixões - TCL

Entre Janeiro e Março, Leixões processou 155 736 TEU, segundo a TCL, concessionária do terminal de contentores do porto nortenho. Em Março, o movimento foi de 56 035 TEU, o que representou um decréscimo de 0,88% em termos homólogos.

Com mais esta quebra, ligeira embora, que se sucedeu à de Fevereiro (de dimensão semelhante), o crescimento homólogo da actividade, que em Janeiro atingiu os 13%, chega ao final do primeiro trimestre nos 3,5%.

Considerando o número de contentores processados, os resultados são ainda menos positivos. O que indicia que o TCL estará a movimentar menos contentores mas ainda assim de maiores dimensões (de 40″ e 45″).

 

 

Os comentários estão encerrados.