Em Setembro, o movimento de contentores em Lisboa cresceu 25%, enquanto em Sines recusou 30%, de acordo com os dados hoje divulgados pela AMT.

Movimento de contentores caiu 7,7% até Setembro

No balanço do mês, o movimento de contentores nos portos do Continente fixou-se nos 217 948, 17% menos do que em Setembro do ano passado.

Sines liderou, claro, com 111 983 TEU, seguido de Leixões com 54 951 (menos 8,3%) e de Lisboa com 38 558. Setúbal avançou 7,5% para 10 873 TEU, ao passo que a Figueira cedeu 2,8% para 1 583.

No acumulado dos primeiros nove meses do ano, destacam-se a quebra de Sines e o recorde de Leixões. Em termos globais movimentaram-.se 2 078 026 TEU, menos 7,7%.

Sines movimentou 1 082 196 TEU, menos 17,2%. A Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) destaca os efeitos da greve dos estivadores (primeiro total e depois ao trabalho extraordinário), entre Maio e Agosto. Isso e a quebra dos movimentos de transhipment (-27,9% no acumulado dos nove meses) que o aumento do import-export (21,6%) não logrou compensar.

Leixões, com 519 797 TEU (mais 8,2%), fez o seu melhor resultado de sempre, e atingiu uma quota de mercado de 25%.

Lisboa continuou a recuperar, com 353 059 TEU processados (mais 4,6%). Setúbal reduziu as perdas acumuladas para 3,2%, com um total de 106 555 TEU. E a Figueira da Foz avançou 5,5% até aos 16 420 TEU.

This article has 1 comment

  1. E TangerMed, aqui ao lado em Marrocos cresce 30% que vai desviar definitivamente de Algeciras aqui ao lado e este será infelizmente o futuro de Sines desgovernado pelo PS