O porto de Viana do Castelo vai receber uma fábrica de produção, montagem, manutenção e reparação de conversores de energia das ondas.

O investimento, de cerca de 16 milhões de euros, é da CorPower Ocean, e servirá de base a um projecto de demonstração de aproveitamento da energia das ondas a instalar ao largo da praia da Açuçadoura, próxima do porto de Viana do Castelo.

“Este projecto está em linha com os objectivos de sustentabilidade europeia e é um passo considerável para a descarbonização e a implementação de energia limpa a larga escala. Pretendemos servir de exemplo para que outros portos europeus utilizem as infraestruturas existentes da mesma forma”, justifica, em comunicado, a APDL.

O projecto é apoiado por investidores privados e públicos europeus, designadamente o Equity Funding, Swedish Energy Agency, Portugal Compete 2020 e EU Grants. No final do projecto de demonstração prevê-se a expansão da unidade industrial para instalações definitivas, em Viana do Castelo.

A tecnologia desenvolvida pela CorPower  promete obter cinco vezes mais energia por tonelada de dispositivo, além de outras características apresentadas como disruptivas face à tecnologia existente.

This article has 2 comments

  1. Fantástica notícia para o “portinho” de Viana do Castelo que esperamos a longo prazo se trnaforme num “portão” ou seja desejamos mantenha crescimento sustentado como a todos os portos do Norte porque a Sul com as greves do SEAL a situação é explosiva tendo já levado à falência do porto de Lisboa …

  2. … transforme …