A Cosco Shipping Ports garantiu a sua entrada no Peru mediante a compra da maioria da Terminales Portuarios Chancay (TPCH), que está a desenvolver o porto do mesmo nome na província de Lima, a capital.

A Cosco Shipping Ports acordou com a companhia de mineração peruana Volcan Compañía Minera a compra de 60% do capital da TPCH, por um montante de 225 milhões de dólares (197,9 milhões de euros), sob a forma de aumento do capital social. Os restantes 40% manter-se-ão com a Volcan.

Localizado a 58 quilómetros a Norte de Lima, capital do Peru, o porto de Chancay terá acesso facilitado ao centro económico do país. A TPCH está, no momento, focada no projecto e construção do porto e estará envolvida na sua operação e gestão após a conclusão da obra.

O projecto contempla um terminal de contentores com um total de 11 posições de atraque e um terminal multiusos com capacidade para receber quatro navios em simultâneo. O investimento previsto para a primeira fase do empreendimento ascende a 1,3 mil milhões de dólares.

“O futuro terminal no porto de Chancay será o primeiro da companhia na América do Sul e deve ajudar a reduzir a deficiência nas infra-estruturas portuárias no Peru”, afirmou Zhang Wei, vice-presidente e director-geral da Cosco Shipping Ports, na cerimónia de assinatura do acordo, em Davos, na Suíça.

A actual carteira de terminais da Cosco Shipping Ports abrange as cinco principais regiões portuárias da China continental, o Sudeste da Ásia, o Médio Oriente, a Europa e o Mediterrâneo.

Comments are closed.