A Cosco prevê fechar a compra da OOCL no final de Junho. E ascenderá então a número três mundial no transporte marítimo de contentores.

O vice-presidente da companhia, Huang Xiaowen, disse aos jornalistas, numa conferência de imprensa em Xangai, que o processo de compra da OOCL está bem encaminhado e deverá ser selado no final de Junho.

A compra, avaliada em 3,6 mil milhões de dólares, aguarda ainda “luz verde” das autoridades da Concorrência dos EUA e da própria China, acrescentou o executivo.

A Cosco, número quatro mundial no transporte marítimo de contentores, em termos de capacidade, prepara-se para comprar a OOCL, número oito no ranking.

Com a integração, a Cosco passará a deter uma quota de mercado de 11,8%, com uma capacidade de 2,59 milhões de TEU. E assim ultrapassará a CMA CGM, actual número três, com 11,5% e 2,5 milhões de TEU de capacidade.

A diferença entre as duas será reduzida mas tenderá a alargar-se, uma vez que a Cosco tem encomendados 25 navios com uma capacidade de 444 mil TEU, enquanto a CMA CGM aguarda a entrega de 20 navios e 278 mil TEU.

Cosco (e OOCL) e CMA CGM são parceiras na Ocean Alliance (que inclui também a Evergreen), não se sabendo ainda se a fusão anunciada e a troca de posições no ranking mudará alguma coisa na aliança.

 

Os comentários estão encerrados.