A Cosco pretende aumentar a capacidade do porto do Pireu para dez milhões de TEU/ano, mediante a construção de um novo terminal de contentores.

O novo plano de desenvolvimento do porto do Pireu, que será apresentado ao governo grego na próxima semana, prevê a construção de um quarto terminal de contentores, com uma capacidade de 2,8 milhões de TEU/ano.

O investimento, a ser suportado pela Cosco, rondará os 300 milhões de euros, o que aumentará para a casa dos 800 milhões o envolvimento do grupo chinês no principal porto grego.

Com mais esta expansão, o porto do Pireu poderá ombrear, em termos de capacidade, com os portos do Norte da Europa.

O porto grego movimentou no ano passado 4,9 milhões de TEU, num crescimento de 18,4% face a 2018. E assim tornou-se o primeiro porto do Mediterrâneo, destronando Valência.

Para o ano corrente, a previsão é de uma produção de 5,5 – 5,6 milhões de TEU.

 

 

This article has 1 comment

  1. luís pereira

    Por culpa exclusiva da MINISTRA DO MAR ANA PAULA VITORINO todos portos crescem à exeção dos nossos apenas portos portugueses perdem movimento contentores aprenda SENHORA MINISTRA assim vamos à falência ! …