A Cosco Pacific vai investir mais 230 milhões de euros na ampliação da capacidade de movimentação de contentores no porto do Pireu, o mais importante da Grécia.

O acordo, sucessivamente adiado devido à oposição dos sindicatos (que acusam a Cosco de não pagar a renda relativa à parte leste do Terminal II daquele porto), permitirá a expansão dos cais II e III, da actual capacidade anual de 3,7 milhões de TEU para 6,2 milhões de TEU.

Os trabalhos previstos deverão, também, melhorar as infra-estruturas e as ligações ferroviárias entre o porto dos arredores de Atenas e vários mercados europeus, como a Áustria, Hungria, República Checa e Eslováquia.

Yiorgos Anomeritis, director-geral da Autoridade do Porto do Pireu, destacou a propósito que o investimento de 230 milhões “transformará o Pireu num dos maiores e mais modernos portos de carga da Europa”, citado pela assessoria de imprensa.

Este renovado investimento da Cosco na Grécia faz parte dos 40 mil milhões de dólares (31,2 mil milhões de euros) que a China pretende aplicar no reforço das ligações da “Rota da Seda”, entre a Ásia e o Sudeste da Europa.

Comments are closed.