A cerimónia de corte de aço para o primeiro dos dois navios da Costa Cruises alimentados por gás natural liquefeito (GNL) foi realizada ontem, no estaleiro finlandês Meyer Turku. A nova embarcação, que se designará Costa Smeralda, deverá ser entregue em Outubro de 2019, ficando o navio-gémeo previsto para 2021.

Costa

Com uma velocidade de serviço de 17 nós, o Costa Smeralda terá um comprimento de 337 metros e uma largura de 42 metros. O novo navio oferecerá cruzeiros no Mediterrâneo Ocidental e poderá acomodar um total de 6 554 passageiros e 1 646 tripulantes.

As duas novas embarcações da Costa Cruises serão alimentadas por GNL, tanto no porto como em mar aberto.

“Os dois novos navios Costa Cruises são uma verdadeira inovação e estabelecem novos padrões para todo o sector. Estarão entre os primeiros navios de cruzeiro alimentados a GNL, incentivando o desenvolvimento desta tecnologia verde”, afirmou Neil Palomba, presidente da Costa Cruises.

Ambos os navios serão parcialmente construídos por novos equipamentos e processos de construção do estaleiro finlandês. Com um plano de investimento de 185 milhões de euros, a Meyer Turku pretende tornar-se num dos mais modernos estaleiros de cruzeiros do mundo.

A construção do Costa Smeralda faz parte de um plano estratégico da Carnival Corporation – a empresa-mãe da Costa Cruises – para construir sete navios movidos a GNL para a sua frota de 103 navios. A primeira entrega ocorrerá no Outono de 2018, quando a marca AIDA Cruises apresentar o AIDAnova.

 

 

Comments are closed.