A CCIP criou um gabinete para ajudar as empresas no acesso às medidas extraordinárias de apoio do Governo devido à pandemia de Covid-19.

O gabinete de apoio foi criado em colaboração com o Ministério da Economia e Transição Digital, divulgou a CCIP em comunicado. A sua função é “prestar apoio” e “esclarecer dúvidas” das empresas nos processos de acesso às medidas anunciadas pelo Governo devido à pandemia do novo coronavírus.

Citado no comunicado, o presidente da Câmara do Comércio, Bruno Bobone, considera o gabinete de apoio “um passo fundamental quando as empresas correm contra o tempo para travar a sua asfixia financeira”.

“A aprovação por parte do Ministério da Economia da criação do gabinete de crise permite estabelecer um canal privilegiado para as empresas esclarecerem dúvidas e tornar mais rápidas e eficazes as medidas de apoio ao tecido empresarial português”, acrescenta.

Ainda de acordo com o comunicado, este gabinete é “aberto a todas as empresas” e funcionará “de forma gratuita” através de dois canais de comunicação, o sítio na internet bit.ly/gabinete-apoio-empresas e o número de telefone 213 224 056.

“Para além da equipa da CCIP, o gabinete conta com o apoio da Yunit para matérias de investimento, financiamento ou sistemas de incentivos, e ainda o apoio jurídico da sociedade de advogados Azeredo Perdigão & Associados”, revela o texto.

Segundo o último inquérito sobre o impacto da Covid-19 na economia portuguesa, realizado pela Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa , as empresas apontavam para dificuldades no acesso às medidas de apoio do Governo.

Tags:

Comments are closed.