2014 ainda não terminou mas a CP Carga já superou os volumes transportados em 2013. A empresa antecipa que este será o seu melhor ano de sempre. “A sustentabilidade (…) poderá ser uma realidade a curto prazo”, sublinha, em comunicado.

A CP Carga prevê movimentar este ano 9,2 milhões de toneladas, mais 11% que os 8,3 milhões de toneladas de 2013, que este ano foram atingidos no passado dia 22. O volume de receitas deverá crescer ainda mais: cerca de 16% (não é avançado o montante).

Consequência do aumento das receitas e da redução dos custos, o EBITDA deverá melhorar de -11,3 milhões de euros para -4,5 milhões. E o resultado líquido crescerá 44%, passando de 23 milhões para 16 milhões de euros negativos.

A actividade nos portos nacionais continua a ganhar peso, valendo agora cerca de 65% do volume de negócios da CP Carga. O tráfego de contentores é, de resto, um dos motores do crescimento da actividade, seguido pela movimentação de cimentos e minérios (no mercado doméstico) e produtos siderúrgicos, químicos e madeira (no mercado ibérico).

O tráfego internacional, leia-se ibérico, continua a crescer, e representa cerca de um décimo (900 mil toneladas) dos volumes totais movimentados.

“Estes resultados confirmam que a sustentabilidade da empresa poderá ser uma realidade a curto prazo”, é dito no comunicado emitido a propósito dos resultados.

A privatização da CP Carga está agora prevista para o próximo ano.

Comments are closed.