Menos navios e mais passageiros, assim se pode resumir o primeiro trimestre da actividade de cruzeiros no porto de Leixões, segundo os dados divulgados pela APDL.

Leixões

Entre Janeiro e Março, o porto nortenho recebeu 6 889 passageiros de cruzeiros, o que representa um crescimento de 13% face ao período homólogo de 2015. Só em Março contaram-se 3 691 (2 524 há um ano).

E no entanto, no primeiro trimestre Leixões recebeu a visita de apenas cinco navios, quando no final de Março de 2015 já somava sete. Menos navios mas de maiores dimensões e capacidade, como o atestam o aumento de viajantes e a subida de 5% na tonelagem bruta.

No ano passado, Leixões atingiu um recorde nos cruzeiros com 78 499 passageiros (e 85 navios), superando o anterior máximo que datava de 2012.

Lisboa recua 13% até Abril

Enquanto Leixões sobe 13% no primeiro trimestre, Lisboa recua o mesmo no primeiro quadrimestre. No final de Abril, o porto da capital acumulava 86 680 passageiros, contra os 100 203 registados há um ano.

O resultado acumulado negativo é consequência de um inicio de ano bastante fraco mas que estará já em recuperação. Em Abril, por exemplo, o tráfego de navios de cruzeiros cresceu 15% em termos homólogos (46 escalas) e o movimento de passageiros avançou 2%.

Os comentários estão encerrados.