Os accionistas da CSAV vão injectar mais mil milhões de dólares na companhia, para reforçarem a estrutura de capital e financiar a compra de mais e maiores navios.

A decisão foi tomada na assembleia geral que elegeu para a presidência o representante do grupo Luksic, que nas últimas semanas adquiriu 18% do capital da CSAV tornando-se o seu segundo maior accionista.

Depois de ter estado à beira da falência em 2009, e ter alcançado resultados excepcionais em 2010, a CSAV iniciou 2011 em perdas. O aumento do capital far-se-á em duas tranches e, pelo menos para já, dispensa a venda de até 49% da SAAM.

No final de 2010 a frota própria da CSAV tinha uma capacidade de transporte de 48 034 TEU. O objectivo para o final do ano é chegar aos 94 623 TEU. O objectivo é que um terço da frota operada seja propriedade da companhia e outro terço esteja fretada com contratos de longo prazo. Ao mesmo tempo, pretende-se aumentar o tamanho médio dos navios, passando dos 3 000 TEU de 2008 para os 3 900 TEU no final do corrente exercício.

Com isso, a CSAV espera também reduzir os custos operacionais por TEU transportado, mormente no que respeita ao consumo de combustível.

A CSAV é a maior companhia marítima da América Latina.

Comments are closed.