A CSCL anunciou a encomenda de oito porta-contentores de 10 000 TEU, num investimento de 754 milhões de dólares.

A encomenda foi dividida entre dois estaleiros chineses. Ambos os contratos prevêem uma opção de compra para mais um navio, o que poderá elevar a encomenda para dez navios e o valor do negócio para perto dos mil milhões de dólares.

A companhia justificou o investimento com as economias de escala que os novos navios permitirão e, logo, com o reforço da capacidade competitiva.

Os novos navios deverão ser entregues até 30 de Novembro de 2013.

Há poucos dias apenas a CSCL anunciou uma perda de 149 milhões de dólares no terceiro trimestre, que compara com os lucros de 264 milhões de há um ano. A quebra dos volumes e dos fretes foi a justificação avançada.

No primeiro semestre, a companhia – o maior operador chinês de transporte marítimo de contentores – perdeu 95 milhões de dólares.

A CSCL opera uma frota de 146 porta-contentores, com uma capacidade global de cerca de 523 mil TEU, o que lhe confere o oitavo lugar no ranking mundial. De acordo com os dados coligidos pela Alphaliner, a companhia tinha até aqui uma carteira de encomendas de 19 navios, com uma capacidade de 159 mil TEU.

 

Comments are closed.