A Deutsche Bahn pretende vender a Arriva em Bolsa. A começar já em 2020, com a dispersão de uma tranche minoritária. O anúncio foi feito pelo CEO do grupo estatal alemão.

Fracassada que foi a tentativa de vender a operadora, a DB pretende, agora, de acordo com Richard Lutz, alienar uma participação minoritária da Arriva através de uma oferta pública inicial, em Maio de 2020, e, em seguida, colocar as restantes acções nos três anos seguintes.

“Definitivamente, queremos realizar uma oferta pública no próximo ano e depois vender [o restante] em um processo estendido”, explicou o CEO da DB. O executivo deu nota que, entretanto, o grupo alemão pretende, nos próximos meses, arrecadar três mil milhões de euros através de vendas de obrigações.

A DB pretendia vender a Arriva para reduzir a dívida e reforçar as finanças do grupo. No entanto, o processo de foi abandonado pelo Conselho Fiscal da DB AG no mês passado, quando ficou claro que nenhum dos dez concorrentes interessados ​​estava disposto a oferecer os entre 3,5 e quatro mil milhões de euros que o grupo pretendia.

 

 

 

 

Comments are closed.