A DB Schenker está a comemorar 50 anos em Portugal e a prenda é um novo serviço terrestre diário, entre Lisboa e Porto, e os hubs da companhia em Mannheim e Paris, Madrid e Barcelona.

DB Schenker

A novidade foi avançada por Frank Gutzeit, o director-geral da companhia em Portugal, nos festejos que assinalaram, em São Julião do Tojal e em Vila do Conde, o aniversário da operadora germânica.

“Alguém tem de começar, ou as PME exigem de nós ou nós antecipamo-nos. Uma vez que os clientes dos nossos clientes precisam de entregas mais frequentes, decidimos ser nós a oferecer agora, a partir de Outubro, saídas diárias, directas e económicas para Mannheim, Paris, Madrid e Barcelona”, disse.

“A partir dos nossos hub de Mannheim e Paris fazemos chegar rapidamente a mercadoria a qualquer canto da Europa”, acrescentou.

A Schenker entrou no mercado português em 1965, em parceria com Karl Biermann, que era seu delegado no país desde 1954. Em 2003, adquiriu a totalidade do capital da Biermann-Schenker e assumiu a designação de Schenker Transitários. Em 2008, adquiriu a Pantrans, à altura um dos maiores transitários nacionais.

Hoje, a empresa conta mais de 350 colaboradores e dispõe de 26 mil metros quadrados de área logística, em São Julião do Tojal e em Vila do Conde. Esta última plataforma (com 14 mil metros quadrados) foi inaugurada em 2014 e hoje já está ocupada em 80%.

No ano passado, a companhia atingiu um volume de negócios de 87 milhões de euros.

Comments are closed.