Mais cedo que o previsto, a Variante de Alcácer da Linha do Sul começou ontem a ser utilizada para a circulação ferroviária.

A utilização é ainda provisória e a circulação das composições faz-se com restrições de velocidade, mas certo é que a nova infra-estrutura, entre a estação de Pinheiro e Grândola, numa extensão de 29 quilómetros, já se tornou útil.

A antecipação da “inauguração” deveu-se a um descarrilamento de um comboio de mercadorias, ocorrido há dois dias, em Alcácer do Sal, que inviabilizou a circulação naquele troço da Linha do Sul. Decorrem ainda os trabalhos de carrilamento dos vagões e de reconstrução da via danificada.

A utilização da Variante de Alcácer permite retomar o tráfego ferroviário Norte-Sul e também as ligações ao porto de Sines, essenciais para o encaminhamento dos contentores de/para o Terminal XXI.

A Variante de Alcácer é um dos principais investimentos da Refer ainda em curso. O objectivo é acabar com os constrangimentos da passagem no actual traçado da Linha do Sul, reduzindo a distância mas sobretudo permitindo velocidades de circulação mais elevadas.

Os comentários estão encerrados.