O Grupo Deutsche Post DHL, líder mundial em correio e logística, aumentou as suas receitas e obteve os valores de EBIT e cash flow previstos para 2014. Em comparação com o ano anterior, as receitas aumentaram na ordem dos 3,1%, para os 56,6 mil milhões de euros. Organicamente, as receitas do Grupo apresentaram um crescimento de 4,2% em 2014, impulsionado pelo volume e ganhos de receitas constantes no serviço internacional de encomendas expresso e no mercado alemão, em particular.

O crescimento registado resulta da consolidação da posição de destaque do Grupo em segmentos de crescimento mundial – nomeadamente a aposta no E-Commerce e nos mercados emergentes – e do seu forte desempenho operacional, que permitiram melhorias nas margens de lucro e originaram um incremento do EBIT na ordem dos 3,5% (que representa 100 milhões de euros), passando de 2,87 mil milhões, em 2013, para 2,97 mil milhões de euros, em 2014.

Tal como definido na estratégia de financiamento do Grupo, determinada em 2010, o Grupo Deutsche Post DHL tem o objetivo de cumprir um rácio de pagamento entre 40% e 60% dos resultados líquidos consolidados. Em virtude do desempenho sólido do Grupo e da confiança no seu futuro, o Conselho de Administração e o Conselho Fiscal irão propor, em Assembleia Geral a realizar a 27 de Maio, um aumento dos dividendos, para 0,85€ por ação. Caso os acionistas aprovem a proposta, este aumento representa um acréscimo de 6% em relação ao ano passado, caraterizando um rácio de pagamento de cerca de 50%.

Apesar da economia mundial registar um crescimento moderado e do ambicioso plano interno de investimentos estratégicos, as expetativas do Grupo são positivas prevendo-se que 2015 seja um ano de crescimento, com um aumento dos lucros operacionais entre 3,05 mil milhões e os 3,2 mil milhões de euros. Esta tendência mantém-se para 2016: para os mesmos indicadores, o grupo Deutsche Post DHL espera um aumento para um valor entre os 3,4 mil milhões e os 3,7 mil milhões de euros. No período entre 2013 e 2020, o Grupo mantém a sua expetativa de aumento de EBIT a uma média de 8% ao ano (CAGR). As áreas de negócio da DHL deverão contribuir com um crescimento médio do EBIT de cerca de 10% ao ano.

“Em 2014, apesar da conjuntura mundial e das adversidades constantes com que nos deparámos, conseguimos concretizar com sucesso a Estratégia 2015”, refere Frank Appel, CEO do Grupo Deutsche Post DHL. “Este ano, colocamos em marcha a Estratégia 2020, em cada uma das nossas áreas de negócio. Em 2015, vamos manter o nosso ritmo de crescimento, focados nas oportunidades e desafios que teremos pela frente, com o objetivo de reforçar ainda mais a nossa competitividade, em prol do sucesso e do futuro do nosso Grupo”, afirma.

Comments are closed.