A DFDS e o porto de Felixstowe fecharam um novo contrato por mais 15 anos, que pressupõe um aumento de capacidade de 40% no porto britânico para a companhia dinamarquesa.

“A procura pelo serviço da DFDS para Roterdão tem crescido de forma constante há vários anos e estamos satisfeitos por ter fechado um novo contrato para garantir o serviço em Felixstowe por mais 15 anos”, indicou, citado em comunicado, Clemence Cheng, CEO do porto de Felixstowe e director-executivo da Hutchison Ports.

Felixtowe, o maior porto de contentores do Reino Unido, irá construir uma nova rampa flutuante, expandir as instalações de parqueamento de semi-reboques e adquirir mais tractores para dar resposta ao aumento do tráfego de unidades de carga desacompanhadas com origem na Europa continental.

Esta expansão de capacidade pode ser vista como uma preparação para um aumento da procura fora do corredor trans-Mancha na rota de Dover no pós-Brexit, mas uma fonte do porto afirmou que o investimento agora anunciado já estava planeado e que a altura em que é anunciado foi “em grande parte coincidência”.

O primeiro dos novos espaços de parqueamento para semi-reboques deverá estar disponível em Junho. A DFDS  opera, actualmente, duas a três viagens por dia entre Felixstowe e Roterdão.

 

Os comentários estão encerrados.