Em breve, todos os assuntos relacionados com as embarcações e marítimos poderão ser tratados online, através do Balcão Electrónico do Mar.

A DGRM é a responsável pela implementação e gestão de mais uma medida de digitalização e desmaterialização de processos, agora com a operacionalização do Sistema Nacional de Embarcação e Marítimos e do Balcão Electrónico do Mar.

Se até aqui a informação relativa à obtenção de títulos, vistorias, certificação e registo de embarcações (incluindo das embarcações de recreio), ou a relativa à inscrição de marítimos, implica uma quase via sacra, no futuro, anuncia a DGRM, os cidadãos e empresas poderão solicitar, a qualquer hora do dia, os serviços da DGRM e das entidades associadas, e receber, pela mesma via, as respectivas respostas.

A solução a implementar ficará integrada com os sistemas internos da DGRM, da DGAM, do Instituto dos Registos e do Notariado e das outras entidades relacionadas, o que permitirá o encaminhamento dos pedidos para as diferentes entidades, em função da sua natureza, de forma célere e desmaterializada

O decreto-lei que determina a criação do Sistema Nacional de Embarcação e Marítimos e do Balcão Electrónico do Mar foi hoje publicado em Diário da República.

 

Os comentários estão encerrados.