Nove meses depois do acordo com a ANA para a construção do terminal de Lisboa, a DHL Express ainda aguarda pela licença camarária para iniciar as obras.

O investimento de 40 milhões de euros da DHL Express no aeroporto de Lisboa aguarda agora o licenciamento da Câmara Municipal da capital. Se tudo correr pelo melhor (?!), a nova infra-estrutura ainda poderá ser inaugurada no primeiro semestre de 2020, como previsto. Mas José Reis, director-geral da companhia, confessou ao “Negócios” que :“Em Portugal demora tudo muito tempo e os negócios têm dificuldade em esperar”.

O acordo com a ANA prevê a ocupação de uma área de 21 700 metros quadrados, que permitirá à DHL Express quadruplicar a sua capacidade na capital para a casa das 6 500 encomendas/hora. Dos 40 milhões de euros de investimento, oito milhões destinam-se a equipamentos.

A nova plataforma, que será complementada por uma placa para estacionamento das aeronaves (a DHL fará o selfhandling) permitirá recolher mais tarde as encomendas e entregá-las mais cedo, sublinha José Reis. Mas não só.

No aeroporto do Porto, onde a DHL Express investiu numa plataforma semelhante, mais pequena, em 2012, a actividade cresceu 150%. E o Porto representa hoje cerca de 60% do negócio da companhia a nível nacional.

O contrato com a ANA tem uma duração de 25 anos, podendo chegar aos 40. Uma eventual mudança do aeroporto está acautelada, ainda que José Reis não acredita que se venha a verificar no tempo do acordo.

This article has 3 comments

  1. Este assunto iniciou quando António Costa era ainda presidente da CML que depois já deixou a Fernando Medina, ou seja, os 2 juntos não fazem 1, vergonha já passaram 8 anos, é a incompetência total socialista !!

  2. Vejam bem a incompetência em Lisboa: aeroporto do Porto inaugurou investimento 10 anos antes, vergonha !

  3. A Costa & F Medina estão à beira de perder a futura realização da web summit em Lisboa por não terem a capacidade de financiar a expansão da FIl e também não iniciam ampliação do aeroporto Lisboa, vergonha

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*