A DHL desenvolveu, através da subsidiária especializada na produção de veículos eléctricos StreetScooter, um novo furgão alimentado a pilha de combustível.

O operador logístico prevê incorporar uma centena de unidades do modelo entre 2020 e 2021. O furgão é capaz de movimentar 4,25 toneladas e tem uma autonomia de 500 km. Tem uma capacidade para 10 metros cúbicos e uma carga útil de 800 kg, poderá, de acordo com a DHL, ser conduzido por titulares de carta de condução de ligeiros (categoria B).

Em princípio, o modelo, que conta com a parceria da Ford no desenvolvimento, é exclusivo para o operador logístico alemão, que não tem planos de vender unidades a outras companhias do sector.

Com essas unidades, a DHL dá mais um passo na sua estratégia de redução das emissões poluidoras das suas actividades logísticas. O grupo pretende eliminar por completo as emissões das suas operações até 2050.

Na tecnologia de pilha de combustível, a energia não é transmitida às baterias pelo carregamento de “tomada”, mas pela transformação do hidrogénio em energia. A vantagem é que o carregamento é muito mais rápido e pouco mais lento do que abastecimento actualmente feito com combustíveis tradicionais. Por outro lado, a produção, distribuição e armazenamento de hidrogénio são caros e difíceis.

Comments are closed.