A DHL continua à espera de uma solução para construir um novo terminal no aeroporto de Lisboa, num investimento de 10 milhões de euros.

DHL em Lisboa

“Estamos à espera de uma solução. Queremos fazer o investimento em Lisboa, mas precisamos que o Governo e o aeroporto nos ajudem”, afirmou à “Lusa” o director de operações da DHL Express, Roy Hughes, num encontro com jornalistas em Leipzig, Alemanha, onde está instalado o principal hub da gigante da logística.

Há mais de três anos que as negociações com a ANA e com o Governo, para a aquisição ou aluguer de um terreno para a construção de um novo hub em Lisboa, à semelhança do investimento realizado no aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, se arrastam.

Desde logo, o investimento em Lisboa começou por ser vítima da indefinição em relação à continuação do aeroporto na Portela, incompatível com “um projecto a longo prazo, de no mínimo 15 anos”.

Entretanto, desde a inauguração do terminal da DHL no Porto, um investimento superior a cinco milhões de euros, a actividade mais do que duplicou, adiantou o responsável, esperando que o mesmo venha a acontecer em Lisboa.

“A DHL é líder de mercado, mas se não queremos perder a nossa posição, temos que criar uma plataforma para o crescimento, que levará certamente à criação de emprego”, explicou Roy Hughes.

Os planos da multinacional para Lisboa são ainda mais ambiciosos: “fazer de Lisboa um hub importante no transporte de mercadorias para África”.

Rejeitando a hipótese de desistir do investimento em Portugal, o responsável admitiu, no entanto, que existem outras possibilidades para reforçar a ligação entre a Europa e o continente africano, nomeadamente o aeroporto de Marselha (França), podendo o projeto em Lisboa perder essa vocação.

 

This article has 1 comment

  1. É vergonhoso para Portugal que o projeto investimento da DHL já tenha avançado no Porto há 3 anos e em Lisboa tudo esteja parado, acontece o mesmo com o terminal de cruzeiros, etc, é muita incompetência !!