A DHL Express Portugal acaba de instalar novos equipamentos de raios x nos aeroportos de Lisboa e Porto, com isso renovando a reforçando a capacidade  de tratamento de cargas de exportação.

DHL Express

O investimento realizado superou os 300 mil euros. “Em Lisboa substituímos o equipamento que tínhamos por outro mais avançado em termos tecnológicos, e no Porto criámos uma segunda linha de processamento de forma a termos dois aparelhos de raios x a funcionar em simultâneo. A alteração que fizemos no Porto representará um aumento na capacidade de processamento das encomendas de exportação na ordem dos 50%”, explicita José Ferreira, Director de Operações e Gateways da DHL Express Portugal, citado num comunicado da empresa.

Recorde-se que a operadora dispõe de uma plataforma própria no aeroporto do Porto, enquanto aguarda há anos pela autorização para replicar o investimento em Lisboa.

Os novos equipamentos agora instalados permitem também cumprir desde já com as normas regulamentares que serão obrigatórias a partir de 2020 relativas ao rastreio das mercadorias.

Este ano, a DHL Express Portugal já investiu 2,7 milhões de euros na renovação da sua frota operacional, com a aquisição de 100 viaturas.

Os comentários estão encerrados.