A DHL Express vai investir 35 milhões de euros no seu hub de Madrid – Barajas. Por cá, continua aguardar-se pelo desenlace da nova plataforma da Portela, prevista no Plano Estratégico de Transportes.

O investimento em Madrid permitirá triplicar a capacidade das actuais instalações da DHL Express no aeroporto da capital espanhola, actualmente lotadas, avançou, em entrevista no país vizinho, o director geral da companhia, Miguel Borrás.

Os planos apontam para um investimento inicial de 35 milhões de euros. As obras iniciar-se-ão em 2016 para ficarem concluídas no ano seguinte, adiantou o mesmo responsável.

O hub de Madrid, e também a plataforma de Barcelona, estão especialmente vocacionados para servir os tráfegos europeus com destino / origem na América Latina.

Nos planos de investimento da DHL Express para os aeroportos espanhóis está também a melhoria / aumento da capacidade instalada em Sevilha, em A Coruña e em Valência. “Praticamente, no negócio do transporte aéreo estamos a investir na remodelação de todos os terminais, com maior incidência nos mais importantes”, acrescentou Miguel Borrás.

Em fase de estudo está ainda um novo investimento na base de Vitória, o centro operacional da DHL Express para Espanha, onde “estamos a atingir os volumes para que foi desenhada”, rematou.

Por cá, a DHL Express continua a negociar com a ANA a instalação de uma plataforma no aeroporto da Portela. O projecto replica e amplia o realizado no aeroporto do Porto. O investimento previsto rondara os dez milhões de euros.

 

Tags:

Os comentários estão encerrados.