Os gémeos digitais irão revolucionar as cadeias de abastecimento, de acordo com um estudo divulgado pela DHL.

Os gémeos digitais são modelos virtuais de processos, produtos ou serviços

Os gémeos digitais são modelos virtuais de um processo, produto ou serviço que evolui em tempo real ao mesmo tempo que aquele. O estudo conclui que, à medida que as tecnologias melhorem e o seu preço desça, companhias de vários sectores verão nesta tecnologia uma boa opção para gerir sistemas logísticos complexos em tempo real e aumentar a eficiência dos seus processos.

Os principais desafios para a implementação desta tecnologia residem na cibersegurança, embora cada vez mais casos de sucesso ocorram, aponta a DHL.

Na logística, os gémeos digitais podem, de acordo com a análise, ser usados ​​em várias aplicações, como a gestão de frotas de contentores, monitorização das entregas ou criação de grandes sistemas logísticos.

Além disso, podem ser usados ​​não apenas em activos individuais, como um contentor, mas em redes completas, como armazéns, combinando o modelo 3D de uma instalação com uma rede e o rastreamento em tempo real de inventário e dados operacionais.

O sistema pode, de acordo com a análise da DHL, fornecer uma visão geral do estado das máquinas e da disponibilidade de cada produto, bem como fazer previsões ou tomar decisões autonomamente sobre os stocks ou as entregas.

» “Digital Twins in Logistics – A DHL perspective on the impact of digital twins on logistics”

 

 

 

Comments are closed.