Os turcos do Grupo Yildirim pretendem alienar entre 20% e 30% da Yilport, a dona da Tertir, para financiar novos investimentos no sector portuário, avançou o presidente e CEO do grupo à “Bloomberg”.

Leixões - TCL

A Yilport Holding, que em Setembro do ano passado adquiriu a Tertir à Mota-Engil, mantém o objectivo de entrar no top 10 mundial dos operadores de terminais de contentores, e para isso propõe-se investir em terminais nos EUA e na América Latina. A Ports America Holding poderá estar na mira.

Para financiar a expansão, o grupo turco propõe-se alienar até 30% da holding portuária, com isso encaixando entre 500 milhões e mil milhões de dólares, o que avaliaria a companhia em torno dos três mil milhões de dólares.

O JP Morgan Chase & Co foi o banco escolhido para assessorar no processo, que poderá estar concluído num horizonte de seis meses. No imediato será realizado um roadshow junto de investidores em Londres e Amesterdão. Maio será o tempo para recolher as manifestações de interesse.

“Preferimos vender a participação a fundos de infraestruturas, ou fundos soberanos, ou fundos de pensões, porque são investidores de longo prazo”, precisou o presidente da Yildirim à “Bloomberg”.

No ano passado, a Yilport atingiu um EBITDA de 165 milhões de dólares.

Comments are closed.