A DP World anunciou um novo recorde de 71,4 milhões de TEU movimentados em 2018, apesar da quebra nos terminais domésticos.

O volume de contentores movimentados pela DP World em 2018 foi 1,9% superior aos 70,1 milhões de TEU de 2017 (+10,1% face a 2016). Os números globais no ano passado foram afectados pelo declínio nos volumes nos EAU: a descida foi de 2,7%, para 15 milhões de TEU.

“Estamos satisfeitos em ver que o nosso portfólio global apresentou crescimento, somando-se ao nosso forte desempenho no ano anterior e apesar da incerteza com o comércio global”, afirmou, a propósito, o presidente e CEO da DP World, Ahmed Bin Sulayem.

“O nosso portfólio na Europa e Américas teve um forte crescimento com o aumento contínuo de London Gateway (Reino Unido), Yarimca (Turquia) e Prince Rupert (Canadá), enquanto o desempenho em África continua robusto, impulsionado por Dakar (Senegal) e Sokhna (Egipto). Nos EAU, os volumes menores deveram-se à perda de produção de margens baixas, pois [ali] permanecemos focados em cargas de alta margem e em manter a rentabilidade”, acrescenta o executivo.

Os resultados da DP World no ano passado ficam longe dos da concorrente PSA. A companhia sediada em Singapura registou um crescimento de 9,1% no volume global de contentores em 2018, para 81 milhões de TEU.

 

 

Comments are closed.