As obras de dragagem do canal de acesso ao porto de Maputo permitiram já a recepção de um navio de grandes dimensões, o MV Mineral Belgium, com 289 metros de comprimento e 45 metros de largura, de acordo com um comunicado da Sociedade de Desenvolvimento do Porto de Maputo (MPDC).

Moçambique - Porto de Maputo

 

 

 

O comunicado adianta que o navio, com 90 mil toneladas de ferro-crómio e crómio, deixou o porto de Maputo na passada quinta-feira, o que foi apenas possível devido ao aprofundamento do canal de acesso de -11 metros para -14,2 metros no momento mais elevado da preia-mar.

A dragagem de aprofundamento do canal do porto de Maputo iniciou-se em Maio do corrente ano e tem conclusão prevista para Janeiro de 2017,
estando a operação a cargo da Jan de Nul Dredging Middle East FZE, empresa internacional a quem foi adjudicada esta operação e que para o efeito mobilizou três dragas.

“Toda a operação de carregamento foi feita com base em guindastes móveis, parte dos investimentos efectuados pela MPDC em equipamento, que
permitiram, por um lado, aumentar a produtividade e, por outro, melhorar a competitividade do porto, uma vez que as linhas de navegação podem, desta forma, fretar navios de custo mais baixo, sem guindastes”, pode ler-se no comunicado.

O comunicado adianta que, a par da dragagem ao canal, o porto de Maputo passou a oferecer recentemente serviços de fornecimento de
combustíveis (“bunkering”) a todas as embarcações, atracadas ou na zona de ancoradouro, que está a ser efectuado com base num acordo entre a MPDC e a Petromoc Bunkering e está integrado numa série de iniciativas que visam melhorar os serviços oferecidos pelo porto, tornando-o mais competitivo nos mercados regional e internacional.

Os comentários estão encerrados.