O estaleiro sul-coreano Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering (DSME) anunciou a suspensão do processo de aquisição da STX France.

STX France

Numa conferência de imprensa realizada ontem na Coreia do Sul, o CEO da DSME, Jung Sung-Leep, explicou que a operação não seria acertada neste momento, pois poderia ter a oposição dos sindicatos, além de que a empresa não dispõe, no presente, da liquidez desejada.

“Por isso, parámos com quaisquer negociações relacionadas com o negócio”, afirmou Sung-Leep, citado pelo “Business Korea”.

De acordo com os dados da “Bloomberg”, a cada ano a DSME “tem visto os seus resultados encolher”, tendo descido de 239,6 milhões de dólares (213,88 milhões de euros), em 2014, para 99,8 milhões de dólares (89,1 milhões de euros) ,no ano passado, apesar de ter havido, no mesmo período, um aumento na receita, de 13,6 mil milhões de dólares (12,1 mil milhões de euros) para 14,9 mil milhões de dólares (13,3 mil milhões de euros).

O CEO da DSME garantiu, ainda assim, que a companhia não vai desistir do objectivo de entrar no segmento dos navios de cruzeiros, objectivo que, de resto, presidiu ao interesse na STX France.

O plano inicial do estaleiro sul-coreano era comprar 66% da empresa gaulesa. O projecto foi proposto pelo banco estatal Korea Development Bank, que é o maior accionista da DSME e o principal credor do grupo STX.

Os comentários estão encerrados.