A DSV concluiu hoje, como previsto, a compra da Panalpina, numa operação de mais de quatro mil milhões de euros.

A DSV Panalpina será a quarta maior companhia mundial do sector, com um volume de negócios de 15,8 mil milhões de euros.

Além disso, com mais de 1,6 milhões de toneladas métricas de carga aérea sob gestão, a DSV Panalpina será o segundo maior transportador aéreo de mercadorias do mundo.

Em termos combinados (incluindo o transporte marítimo, portanto), a DSV Panalpina movimenta 2,9 milhões de TEU.

No âmbito da oferta de compra feita a 13 de Maio, a DSV garantiu mais de 98% das acções da Panalpina. As duas companhias confirmaram que todas as principais condições de oferta foram cumpridas

No início deste mês, a assembleia-geral extraordinária (AGE) da Panalpina, na qual mais de dois terços do capital social da companhia estiveram representados, aprovou, com uma maioria clara, todas as propostas do conselho de administração, incluindo a eleição dos novos membros da administração.

A AGE elegeu o presidente da DSV, Kurt Larsen, como membro e presidente do conselho de administração. Também o vice-presidente, Thomas Plenborg, o CEO, Jens Bjorn Andersen, e o director financeiro da DSV, Jens Lund, foram nomeados membros do conselho de administração. Adicionalmente, Jens Bjorn Andersen e Jens Lund foram eleitos membros da comissão de remunerações.

Na inversa, a partir do momento em que a compra se tornou oficial, todos os até agora membros do conselho de administração da Panalpina World Transport (Holding) renunciam aos cargos.

 

Comments are closed.