O volume de mercadorias movimentado pela Duisport em 2016 foi de 66,8 milhões de toneladas, menos 2,5% do que no ano anterior (68,5 milhões de toneladas).

A companhia justifica a queda essencialmente por “uma movimentação especial de 1,2 milhões de toneladas no segmento ferroviário”, ocorrida em 2015. Os volumes movimentados de navios cresceram 4%.

No caso dos contentores, que representam cerca de metade dos volumes movimentados pela Duisport, 2016 voltou, com efeito, a ser um ano recorde com 3,7 milhões de TEU, contra 3,6 milhões um ano antes.

“Ao longo dos primeiros seis meses de 2016, estivemos abaixo do valor do ano anterior. Assim, estamos mais do que satisfeitos por ver o crescimento adicional no segundo semestre do ano, devido aos desenvolvimentos positivos, apesar das más condições do mercado”, refere, citado em comunicado, o CEO da Duisport, Erich Staake.

O executivo espera que o volume de mercadorias movimentado pela Duisport aumente em 2017. “Novos clientes no porto, novas ligações ferroviárias e o contínuo crescimento no segmento ferroviário na China criarão impulsos positivos, em particular no que se refere à movimentação de contentores”, indica.

 

 

 

Os comentários estão encerrados.