A espanhola Adif adjudicou por 31,7 milhões de euros a electrificação da linha férrea entre Salamanca e a Fuentes de Oñoro, na fronteira com Portugal.

A linha, de bitola ibérica, será electrificada a 25 KV 50 Hz, e permitirá a circulação de composições a velocidades de até 200 km/hora. Para o efeito serão também melhorados os sistemas de comunicações e de sinalização.

Os trabalhos deverão demorar 18 meses.

Previsto está, entretanto, o lançamento de novos concursos para o fornecimento e manutenção das subestações de tracção e postos transformadores, num investimento estimado em 34,3 milhões de euros.

A electrificação da linha entre Salamanca e a fronteira portuguesa é há minha reclamada dos dois lados. Deverá facilitar o desenvolvimento do transporte ferroviário – em particular de mercadorias – entre os dois países, mas também, pelo Corredor Atlântico, até mais além, de/para França e Alemanha.

 

 

Os comentários estão encerrados.