As peças e componentes que serão fabricados pela Embraer em Évora poderão ser expedidos para o Brasil através de Espanha, caso não sejam resolvidas as dificuldades de transporte par os portos nacionais.

Em declarações ao “DE”, Luíz Fuchs, presidente da Embraer Europa, referiu que “estão em andamento várias reuniões, incluindo encontros na Alfândega, Porto de Sines, de Lisboa, de Leixões e outros. Também estão a ser feitas visitas periódicas pelo departamento de logística da Embraer”.

Caso persistam as dificuldades na logística de transporte da produção de Évora até aos portos nacionais, o “plano B” como o denomina Luíz Fuchs, aponta para a exportação para o Brasil através do porto de Bilbau, onde a Embraer já tem uma plataforma logística montada.

As duas fábricas da Embraer em Évora empregarão 570 trabalhadores. A laboração deverá iniciar-se em Junho do próximo ano.

Comments are closed.