As companhias aéreas da região Ásia-Pacífico deverão encomendar 3 010 novos aviões de até 150 lugares nos próximos 20 anos, prevê a Embraer.

No estudo de mercado divulgado ontem, no Festival Aéreo de Singapura, a companhia brasileira sublinha, sustentando as suas previsões, que a região Ásia-Pacífico, que nas últimas décadas registou um rápido desenvolvimento económico e social, irá observar nos próximos 20 anos um aumento do rendimento das famílias, com o consequente aumento das despesas extraordinárias, nomeadamente viagens aéreas, devido ao facto de a economia dever continuar a crescer a uma taxa estimada de 3,9%/ano.

A procura de aviões de até 150 lugares na região deverá representar 29% da procura mundial no período em análise.

“Uma óptima oportunidade na região para os E-Jets é a substituição de aviões antigos [uma vez que…] há mais de 250 jactos na categoria de 50 a 150 lugares com mais de 10 anos”, adianta a Embraer.

A Embraer é o maior fabricante mundial de aviões com até 150 lugares. Em Portugal gere as OGMA e detém fábricas de componentes em Évora.

Tags:

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*