A brasileira Embraer vai fornecer 22 aviões à chinesa Tianjin Airlines, subsidiária do grupo HNA, num negócio de 1 100 milhões de dólares.

Embraer

O contrato compreende 20 aviões E195 e dois E190-E2, o que torna o grupo HNA Tianjin Airlines a primeira companhia aérea chinesa a adquirir os aviões E-Jets E2.

O primeiro E195 será entregue em 2015 e o primeiro E190-E2 tem entrega programada para 2018.

A Tianjin Airlines é a operadora com a maior frota de E-Jets na Ásia, com 50 aparelhos. A companhia foi a primeira a operar os aviões E190 na China, foi igualmente a primeira empresa chinesa reconhecida como Centro de Serviço Autorizado pela Embraer no país e recentemente anunciou a contratação do Embraer AHEAD-PRO (sistema de análise e diagnóstico do avião), tornando-se o primeiro utilizador desse sistema na China.

A Tianjin Airlines foi lançada como a primeira companhia aérea verdadeiramente regional da China, em 2009, tendo no ano seguinte mudado o foco de operação, de exclusivamente regional para uma combinação de cobertura de rotas principais e regionais.

Tags:

Comments are closed.