Os dois contratos ganhos pela EMEF para fazer a manutenção de material circulante, e não só, da Metro do Porto representarão um encaixe bruto de 21,9 milhões de euros para a participada da CP.

EMEF - Metro do Porto

Ontem mesmo a EMEF anunciou o contrato com a ViaPorto (que operará o sistema do Metro do Porto por mais dois anos), para a manutenção corrente da frota (Eurotram e Tram Train) e das instalações e equipamentos oficinais. Hoje ficou a saber-se que  o negócio vale a 11,3 milhões para a empresa.

Este novo contrato junta-se a um outro, esse firmado com a Metro do Porto, para a revisão dos 960 mil km de 35 veículos Eurotram, num negócio avaliado em 10,6 milhões de euros.

A EMEF será ainda a responsável pela revisão da “meia vida” da frota de comboios pendulares da CP, trabalho que deverá prolongar-se por dois anos e meio e representar uma receita bruta de 18 milhões de euros

Com tanto trabalho, a empresa está a contratar este mês 85 técnicos para as oficinais do Entroncamento e de Guifões-Matosinhos.

 

Tags:

Comments are closed.