A Emirates vai mesmo comprar mais A380 e assim salvar o programa da Airbus. No imediato serão 20, com opção para mais 16, num negócio que pode valer 13,1 mil milhões de euros a preços de catálogo.

Poucos dias depois de o construtor europeu ter dito que o futuro do A380 dependia de a Emirates colocar mais encomendas, a companhia do Dubai anunciou hoje um acordo para a compra de 20 aparelhos com opção por mais 16. As entregas deverão acontecer a partir de 2020.

A Emirates é, de longe, o maior cliente do gigante da Airbus, operando actualmente 101 aparelhos e tendo mais 41 encomendados. Somando-lhe os 26 agora acordados, a frota de A380 da companhia chegará às 178 aeronaves.

Lançado em 2000, o Airbus A380 é o maior avião de passageiros do mundo, com uma capacidade standard para 500 passageiros. Até aqui, foram vendidos 317 unidades, havendo 95 encomendas para entrega.

A encomenda agora formalizada com a Emirates estava a ser negociada há meses, chegando-se a prever que seria anunciada no último Dubai Air Show. Mas na altura, a opção foi por 40 B787-10 Dreamliner.

 

Comments are closed.