A EML, a mais recente companhia a operar um serviço regular de ro-ro em Setúbal, pondera criar um hub de transhipment no porto sadino, adiantou ao TRANSPORTES & NEGÓCIOS o gerente executivo da Portmar, representante do armador belga.

“Pelo facto de a EML operar outras linhas regulares, está previsto poder desenvolver em Setúbal um hub que permita atrair cargas de várias origens e para diferentes destinos”, disse José Manuel Vidicas.

No imediato, os navios da Euro Marine Logistics escalam Setúbal todas as segundas-feiras, basicamente para carregar viaturas produzidas na AutoEuropa e destinadas ao Norte da Europa. Na primeira escala, ocorrida na semana passada, “foram embarcadas cerca de 700”.

Mas “está já previsto o transporte de carros produzidos num país mediterrânico e com destino ao nosso mercado”, adianta o responsável da Portmar.

O transporte de automóveis poderá ser o negócio “core” da nova linha, mas a oferta de capacidade e de soluções não se esgota aí, nem se confina ao Norte da Europa. Na mira está também o transporte de maquinaria pesada, nova ou usada, nomeadamente “de empresas que precisem de deslocar os seus equipamentos para os locais onde desenvolvem os projectos por si contratados, sejam de construção ou de mineração, por exemplo”.

E o facto de a EML ser parceira da MOL (outra representada da Portmar) e de outros operadores permitirá, nas palavras de José Manuel Vidicas, oferecer ao mercado português “ligações regulares semanais para muitos portos do mundo, especialmente em África, América do Sul, Médio Oriente e Extremo Oriente”. Para já com transbordo no Norte da Europa, mas no futuro, quem sabe, através do hub de Setúbal.

Escalas pontuais noutros portos nacionais serão também possíveis, “assim o volume de cargas a movimentar o justifique”, remata o agente de navegação.

O serviço da EML em Setúbal é assegurado por três navios com capacidade de transporte de  3 500 viaturas, distribuídas por dez decks, dois dos quais com alturas reguláveis para acondicionar cargas de maiores dimensões.

As escalas no Sado acontecem todas as segundas-feiras, sendo os portos de escala regular os seguintes: Setúbal, Santander, Sheerness, Grimsby, White Hill Point, Tyne, Amesterdão, Santander, Barcelona e regresso a Setúbal.

O Porto de Setúbal tem a decorrer o concurso para a expansão do terminal ro-ro e o seu presidente, Vítor Caldeirinha, não esconde o desejo de fazer evoluir a oferta no segmento para um hub intercontinental de distribuição de automóveis.

 

 

Tags:

Comments are closed.