A portuguesa Empark, líder ibérica e número quatro na Europa na gestão de estacionamento, vai ser comprada pelo Macquarie European Infrastructure Fund 5 (MEIF5), gerido pela australiana Macquarie.

Empark

Do lado vendedor estão a A. Silva & Silva, o Haitong (ex-BESI) e a TIIC. O valor do negócio não é referido no comunicado da Empark, mas a “Reuters” apontou, há poucos dias, uma avaliação entre os 900 e os 1 200 milhões de euros”. A transacção deverá ficar concluída no quarto trimestre.

A Macquarie ganhou a “corrida” à Saba, que também terá apresentado uma proposta firme para a compra da sua rival ibérica.

Com o negócio agora anunciado chega ao fim mais uma história portuguesa de uma empresa de referência internacional. A Empark, resultado da fusão da portuguesa Emparque com a espanhola Cintra Aparcamientos, gere mais de meio milhão de lugares de estacionamento, em parques e na via pública, em Portugal e Espanha, mas também no Reino Unido, Turquia e Andorra.

O negócio com a Macquarie põe termo a anos de notícias e rumores, acordos e fracassos sobre a venda iminente da Empark.

No ano passado, a Empark registou um volume de negócios de 201,2 milhões de euros (uma subida homóloga de 5,6%) e um EBITDA de 71,6 milhões de euros .

» Empark à venda por mil milhões de euros

Os comentários estão encerrados.