A finlandesa ESL Shipping encomendou os dois primeiros navios graneleiros do mundo movidos a gás natural liquefeito (GNL).
ESL - Graneleiros a GNL

Com 25 600 toneladas de porte bruto (dwt), as duas embarcações serão construídas pelo estaleiro da Sinotrans & CSC, em Qingshan (China), e deverão começar a navegar no Mar Báltico no início de 2018.

O investimento, de cerca de 60 milhões de euros, da companhia finlandesa tem na base um contrato de longo prazo assinado pela ESL Shipping com a empresa sueca de aços SSAB para o abastecimento, através do Mar Báltico e do Mar do Norte, de matérias-primas. O acordo prevê o transporte marítimo de seis a sete milhões de toneladas por ano.

De acordo com a empresa, os navios a GNL, da classe Ice 1A, reduzem em mais de 50% as emissões de CO2 por tonelada de carga transportada face a navios tradicionais de dimensões semelhantes. “Além dos benefícios ambientais, a poupança de custos que a nova tecnologia permite também possibilitará um melhor desempenho económico”, refere, citado num comunicado de imprensa, o presidente do conselho de administração da ESL Shipping, Aki Ojanen.

A vertente económica é importante para o sector, numa altura em que os operadores enfrentam um enorme desafio pela rentabilidade. Recorde-se que o Baltic Dry Index fechou a última sexta-feira nos 498 pontos, ficando abaixo dos 500 pontos pela primeira vez desde que foi criado .

A ESL Shipping tem uma frota de 14 navios, 13 dos quais próprios. Além do contrato com a SSAB, a companhia do grupo Aspo conseguiu um contrato de transporte de combustível com a sueca Fortum Värme, numa variação ao negócio tradicional de transporte de carga a granel.

 

 

Comments are closed.