A EspaçoTrans (Grupo Luís Simões) investiu numa nova plataforma em Póvoa de Santa Iria, para dar apoio à movimentação de cargas no porto e no aeroporto de Lisboa e no terminal ferroviário da Bobadela.

O novo entreposto aduaneiro, que substitui o de Alverca, dispõe de cerca de 9 000 m2 de área coberta e 4 000 m2 de logradouro, com 3 000 m2 de área para cross docking, e capacidade para mais de 8 000 paletes, além de 15 cais de carga para camiões e contentores e 13 cais para veículos ligeiros.

“A localização e as condições da nova plataforma da EspaçoTrans irá possibilitar o crescimento no mercado da exportação alimentar”, referiu a propósito Alexandre Machado, sócio-gerente da empresa, citado num comunicado de imprensa. “Este investimento reforça a aposta no desenvolvimento de entrepostos aduaneiros e vai contribuir para um maior desenvolvimento, posicionando a EspaçoTrans como uma mais-valia para a economia do país”, acrescentou.

Na verdade, este investimento a Sul segue-se ao realizado na plataforma logística de Leixões, inaugurado ainda em Novembro do ano passado. A empresa dispõe ainda de uma terceira plataforma, em Perafita.

Nas suas instalações, a EspaçoTrans disponibiliza serviços de importação, exportação e de distribuição normal com as licenças de Entreposto Aduaneiro, Depósito Temporário, Armazém de Exportação e Destinatário Autorizado.

Fundada em 2011, a EspaçoTrans – Gestão de Entrepostos Aduaneiros passou a ser controlada em 70% pela Luís Simões em 2014. Actualmente dispõe de 23 mil metros quadrados de armazenagem e opera com 60 trabalhadores.

 

Este artigo tem1 comentário

  1. luis pereira

    A Luís Simões é “aquela máquina” sem parar sempre a crescer, Parabéns às várias gerações, graças a Deus !